A Jornada do Herói - 4º Passo: SUPERAÇÃO DA RELUTÂNCIA (ENCONTRANDO UM MENTOR)

April 20, 2017

 

Na jornada do herói você já passou por 3 estágios :

1º Você tomou Consciência de um problema – escreveu uma carta para você e identificou aquilo que gosta e aquilo que não gosta em você.

2º Você foi convidado a reler a carta e analisar agora mais distanciado as emoções envolvidas nos seus comportamentos e crenças.

3º Mesmo consciente das coisas que gosta e não gosta em você, talvez ainda há relutância em fazer a mudança. Você foi convidado rever a sua lista de comportamentos que não gosta e que precisa mudar, você já sabe a emoção relacionada e que desencadeia este comportamento criar a sua hierarquia de valores.

 

Chegamos agora no 4º Passo – “ao receber o chamado o herói pode hesitar devido ao temor natural de partir para o desconhecido. Portanto o herói muitas vezes se mostra relutante quanto a abandonar seu lugar seguro e enfrentar um desafio que pode ser fatal. Neste momento uma força exterior precisa agir para motivar o herói a prosseguir em sua missão, dando-lhe incentivo ou coragem para continuar.”

É quando o herói encontra o mentor, que o convence a aceitar o chamado e passa a ser o responsável pelo desenvolvimento de suas habilidades. 

 

Um mentor é um guia que pode ajudar o aprendiz a encontrar a direção certa e que pode ajudá-los a desenvolver soluções para as questões de carreira ou pessoais. Mentores possuem experiências semelhantes assim há empatia com o aprendiz e uma compreensão de seus problemas.

 

Um mentor deve ajudar o aprendiz a acreditar em si mesmo e aumentar a sua confiança. Um mentor deve fazer perguntas e desafios, oferecendo orientação e incentivo.

 

Podemos ter vários mentores na nossa vida e cada um atua num momento específico para uma aprendizagem específica e outros nos proporcionam aprendizagens que usaremos em várias situações e no resto de nossa vida. Qualquer que seja sua atuação, são importantes para nosso desenvolvimento, seja físico, mental, social ou espiritual.

 

Você pode ao entrar em contato interno ou externamente com um mentor, imaginar as características e comportamentos desta pessoa (mentor) e fazer o que chamamos na PNL de modelagem.

 

A Modelagem PNL é mesmo um conceito muito simples, mas é impressionante como pouquíssimas pessoas realmente o aplicam na prática. Existe alguma área da sua vida em que você deseja melhorar? Consegue pensar em pelo menos uma pessoa que já tenha atingido esses resultados? Então por que não investe alguns minutos em perguntar para ela quais foram suas estratégias? Se não puder fazer isso pessoalmente, tudo bem. Você pode enviar e-mails, ler livros, participar de fóruns, frequentar palestras… O mundo está repleto de pessoas de sucesso em todas as áreas. E quando finalmente descobrir qual foi o método adotado por uma delas para triunfar, então aja com determinação e siga fielmente os passos ensinados. Lembre-se que você precisa de uma mentalidade de aprendiz, e deve abrir mão de seu orgulho e suas ideias pré-concebidas.

 

A técnica para modelar

A PNL descreve três posições perceptivas fundamentais a partir das quais a informação pode ser coletada e interpretada: a primeira posição (associada na própria perspectiva), a segunda posição (percebendo a situação a partir do ponto de vista da outra pessoa) e a terceira posição (vendo a situação como um observador não envolvido). Todas as três perspectivas são essenciais para uma efetiva modelagem de comportamento.

 

Assista ao vídeo que fala sobre o assunto: Mentores e Gerando Comportamentos

 

Sucesso na sua jornada.

Até o proximo passo.

 

Please reload

Posts Em Destaque

O Governo estabeceu o cronograma de modernização e atualização da legislação de saúde e segurança. Confira as principais alterações das NR1, NR2 e NR1...

August 5, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes

December 14, 2018

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags